Perecível

Longe dos pontos turísticos e dos circuitos da alta gastronomia em Belém do Pará encontra-se a feira do Guamá, ponto de abastecimento alimentício do bairro mais populoso da cidade. Em Perecível, homens (e uma mulher) manipulam seu objeto de trabalho, peças de de carnes dos mais variados tipos, apresentadas para o consumo numa escala cada vez mais abundante. Os corpos humanos exibem-se na feira em meio à carne animal, misturando-se a ela de forma material e simbólica.